BrandingTech é uma concepção de agência, forte na gestão/construção de marca e, ao mesmo tempo dotada de cultura analítica e atenção aos indicadores de performance, ao resultado. Essa nova ideia surge para acompanhar o processo evolutivo de empresas que passaram a reestruturar seus processos e absorver a cultura digital visando ganho produtividade e efetividade.

Para avançar em um mercado cada vez mais competitivo. Como muitos negócios estão passando por extrema dificuldade ao se adaptar à realidade atual, conseguimos enxergar claramente empresas se destacando, e essas, em sua grande maioria, são as empresas centradas na nova economia.

O que é uma BrandingTech?

É a aplicação da marca e do seu propósito, bem como as metodologias de branding, no centro da estratégia do negócio, adotando cultura analítica digital a tecnologia como meio. Isso pode até parecer simples, e na verdade o raciocínio não deixa de ser. Entretanto, a maior característica está em, a partir desse epicentro, conectar as outras áreas da empresa.

Algumas mais conhecidas, como Marketing, Vendas e outras que, para muitos, se apresentam como como Customer Experience e Growth. Diferente dos modelos tradicionais de negócio, as áreas agora atuam totalmente integradas, e o modelo BrandingTech nasce para atender essas expectativas.

A metodologia acontece na prática, quando você consegue orquestrar todas essas áreas de forma sintonizada. Sintetizando de forma objetiva, BrandingTech é uma empresa de comunicação que cria estratégias e estabelece a conexão de diversas expertises que transformam uma marca em uma poderosa plataforma de relacionamento e negócios.

O conceito é bem maior que a área de marketing ou branding. É uma representação daquilo que entendemos como uma nova forma de organizar as empresas no processo de transformação digital.

BrandingTech: o futuro das agências chegou

Em artigo publicado no Jornal do Comércio, o mestre em Design, sócio e CCO – Chief Creative Officer da DOIT+, Cristiano Fragoso, destaca que “nenhuma empresa precisa de branding, nem de comunicação, muito menos de inovação. O que todas elas buscam, na prática, são resultados. Sem eles, nenhum negócio sobrevive” afirma.

Parece óbvio (e é!), mas o que nós, especialistas em construção de marca, podemos contribuir neste processo é ajudar a dar sentido para essas organizações através de uma bem pensada e orquestrada experiência de marca. Marca, por definição, é aquela plataforma de sentido que conecta valores humanos aos negócios.

Por isso ela é tão importante: porque significado é algo valioso para nós, humanos ávidos por dar sentido à vida.O valor das marcas vem crescendo na mesma proporção da dificuldade que estamos tendo em acompanhar e entender a realidade, porque elas têm a capacidade de simplificar raciocínios complexos, como o avanço tecnológico acelerado que tem promovido transformações substanciais em modelos de negócio.

Por que contratar?

Visto que centenas de negócios estão tentando nascer, se desenvolver ou sobreviver nesta década em que a digitalização deixou de ser um “algo a mais” para ser a “única alternativa”. Empresas como as Fintechs, edtechs, healthtechs e outras “techs” investem na inovação de produtos e serviços, mas ainda não conseguem fazer o fundamental para prosperar neste novo contexto: construir sua marca.

Daí a importância de uma BrandingTech. A www.doitplus.com.br busca ajudar empresas inovadoras, que fazem parte da nova economia a planejarem e executarem jornadas de marca, e com isso obterem melhores resultados.Daqui para frente, todas as organizações serão, de alguma forma, empresas de tecnologia.

Mais do que nunca, elas vão precisar de um constante e consistente trabalho de branding que atenda às suas carências e, principalmente, conecte com a sua cultura. Chegou a hora das agências de comunicação e consultorias de marcas tradicionais colocarem de verdade o “tech” no seu dia a dia.

Pois a nova economia traz uma nova lógica de negócios, pensados de forma escalável, onde os resultados são importantes e a força da marca é, cada vez mais, um aspecto determinante no processo de diferenciação frente a um mercado de concorrência extrema.