A frase “We shape our tools and then our tools shape us”, traduzida como “Nós moldamos nossas ferramentas e nossas ferramentas nos moldam”, ou ainda adaptada como “Os homens criam as ferramentas, e as ferramentas recriam os homens” é costumeiramente citada em trabalhos acadêmicos e apresentações de estrategistas digitais no mundo todo. O autor seria Herbert Marshall McLuhan, pensador das mídias, idealizador do conceito de “Aldeia Global”. Será?

McLuhan, sem dúvida, constituiu um sólido legado de pesquisas na área de mídia, que invariavelmente levam à esta conclusão, mas vamos manter o foco na citação — este intervalo entre aspas — seria McLuhan o primeiro a escrever a frase em uma publicação? Algumas evidências fazem crer que não.

Pesquisei em vários artigos e nenhum deles faz referência à página na qual a citação foi publicada originalmente. Além disso, realizei várias buscas em “Understanding Media: The Extensions of Man”, a obra que os artigos referenciam sem citar número de página e nada. Passada esta etapa, após muita pesquisa na web, encontrei uma resposta instigante neste post do blog McLuhan Galaxy, que além de tudo, afirma: a referida frase não aparece em nenhum trabalho publicado pelo estudioso Canadense.

Ao que tudo indica, na verdade, a frase foi proferida por John Culkin, então padre jesuíta que foi colega de McLuhan em Harvard. Tornaram-se amigos, inclusive, devido ao interesse comum pelos estudos de mídia, como relembra Kate Muddy, do Center for Media Literacy:

In 1964, Culkin accepted a position at Fordham University in New York City, and then urged the dean to hire McLuhan from Toronto. McLuhan moved to Fordham and his newly-published book, Understanding Media: The Extensions of Man, formed the basis for all of their work. At Fordham, Father Culkin created methods for learning and teaching how to use television, film and photography as “objects of study” and combine them with more traditional subjects in the humanities, English literature, and the arts. (Artigo completo aqui)

“Os homens criam as ferramentas, e as ferramentas recriam os homens”
Culkin e McLuhan (Saturday review, 1967)

Afinal, onde está publicada a frase “os homens criam as ferramentas, e as ferramentas recriam os homens”?

A citação consta em um artigo de John Culkin para a revista Saturday Review, com o título “A schoolman’s guide to Marshall McLuhan”, publicado em 18 de março de 1967, páginas 51-53 e 70-72. A citação literal é “We shape our tools and thereafter they shape us”.

Abertura do artigo de Culkink, p.50
Abertura do artigo de Culkink, p.50
A continuação do artigo (p.70) traz a famosa frase
A continuação do artigo (p.70) traz a famosa frase

 3) Life imitates art. We shape our tools and thereafter they shape us. These extensions of our senses begin to interact with our senses. These media become a massage. The new change in the environment creates a new balance among the senses. No sense operates in isolation. The full sensorium seeks fulfillment in almost every sense experience. And since there is a limited quantum of energy available for any sensory experience, the sense-ratio will differ for different media.

A ideia é totalmente coerente com o pensamento de McLuhan e, considerando o vínculo entre os dois pesquisadores, há grandes possibilidades de ter sito dita por um ou outro. O fato é que foi publicada nas palavras de Culkin, em um esforço de aplicação da lógica McLuhiana para a esfera da educação.

Fica o questionamento: as pessoas realmente lêem as obras (ou pelo menos certificam-se da origem) antes de referenciá-las em trabalhos acadêmicos ou apresentações?

Edição de março de 1967 da Saturday Review traz McLuhan na capa, mas o artigo é assinado por John Culkin
Edição de março de 1967 da Saturday Review traz McLuhan na capa, mas o artigo é assinado por John Culkin

Acesse a edição completa da Saturday Review de 18 de março de 1967.